Manifestações Protestos Florianópolis

Caminhada do Silêncio

A Caminhada do Silêncio faz parte do  Movimento Memória, Verdade e Justiça, e aconteceu em vários Estados do  país.  No dia 1º de abril foi a vez da capital Catarinense. A marcha é  organizada pelos Coletivos Memória, Verdade e Justiça e Marcha Mundial  das Mulheres, com as ideia de “Ditadura Nunca Mais” alusivo a data que  registra os 55 anos do início dos governos militares no Brasil.


O evento, que é público, foi divulgado nas páginas dos coletivos nas  redes sociais. Como é um movimento a partidário, esperava atrair  simpatizante e pessoas que não querem mais ditadura no país.


A marcha saiu do largo da Catedral,  seguindo pelo calçadão da Felipe Schmitt, fazendo uma parada em frente  ao TICEN (Terminal de Integração do Centro), seguindo para Assembleia  Legislativa do Estado de Santa Catarina.
Com as recentes declarações do atual Presidente Jair Bolsonaro, os  ânimos ficaram acirrados, externando o desejam de que esse regime  totalitário não se repita nunca mais no Brasil.

Assim, para que nunca mais exista a  ditadura no pais, a marcha seguiu pelas ruas do centro com algumas  dezenas de simpatizantes gritando palavras de ordem como “Ditadura Nunca  Mais”.

anifestantes preparam as faixas para Caminhada do Silêncio – André Arcênio – 2019
Sentimento da Caminhada, que os regimes totalitários não se repitam – André Arcênio – 2019
Em resposta ao Presidente Jair Bolsonaro que obrigou os militares comemorarem o Golpe de 1964 – André Arcênio – 2019