07/11/2007 às 03:04 Histórias que vivi

O dia que perdi a CAPA - Carro pegando fogo - Muitos Sentimentos (ANO2007)

727
2min de leitura

Estava dormindo quando senti o ônibus parar e ouvi alguém perguntar "é um carro...fogo". Ainda sonolento coloco os óculos, afinal e vejo um carro em chamas, o ônibus que estava parou logo atrás da ambulância. Peguei a mochila com a câmera e fui fotografar, nessa época já trabalhava com fotografia, fotografava casamentos e formaturas, mas vivia com a câmera na mochila.

             Era minha primeira câmera digital uma Canon XT, com 8mp, corpo pequenino e lente 18~55mm do kit, tinha limitação de ruido em ISO alto, fiz todas as foto com ISO 1600 em jpg, nessa época ainda estava aprendendo a fotografia digital, não tinha nenhum programa de edição do RAW e muito limitado mexia no Photoshop, então seguia fotografando em JPG maior resolução da câmera.

               Ao sair do ônibus aviso o motorista: "sou fotógrafo, não sai sem eu voltar vou ali..."

              No outro dia falo com um amigo que estava acostumado a publicar fotos no jornal, conto do acidente e envio a foto da câmera por email para reação, a câmera que eu usava tinha resolução 3456x2304 em 72dpi. A redação queria uma foto em 300dpi e eu nunca tinha ouvido falar disso muito menos sabia alterar, perdi a minha primeira capa de jornal por não saber alterar a solução da câmera.

1ª foto - logo quando cheguei sem flash (exit ISO 1600 f8 1/30s - Cena aberta, contar a história de como estava quando cheguei.

2ª foto - Tive receio de fotografar uma pessoa em chamas, repito o quadro aberto, e converso com quem chegou antes.  O Carro bateu e explodiu, não tiveram tempo para socorrer mas notaram que tinha um homem 2mulheres e uma criança. EXIT ISO 1600 - f5 -  1/125

3ª foto - Com a certeza que não fotografo mais uma pessoa em chamas, faço um quadro fechado no carro. Quem chegou antes garantiu que não tiveram tempo, e com a força da batida todos estava desacordados. EXIT ISO 1600 - f5,6 -  1/125

4ª foto - tropeço na placa do carro, ligo o flash interno da câmera e fotografo. Até então estava fotografando com o sentimento de pesar das mortes, confiante da distancia profissional, mas quando vejo de onde é a placa, sinto um gelo subir dos pés até as mãos. Já tinha morado em Urubici, conhecia muitas pessoas, cidade pequena, minha ex-esposa era de lá. O sentimento de pesar se misturou com o medo de ser alguém conhecido. De fato conhecia de vista as pessoas do acidente. EXIT ISO 1600 - f5 -  1/125  - flash

07 Nov 2007

O dia que perdi a CAPA - Carro pegando fogo - Muitos Sentimentos (ANO2007)

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

carro fogo

Quem viu também curtiu

16 de Ago de 2020

Foto sem edição, Será?

19 de Abr de 2019

Informalidade Cresce

15 de Ago de 2020

Reportagem e Capa - Trafego interrompido na SC (ano2008)

Logo do Whatsapp