"Só quem está vivo, muda!!!"

64

Ao abrir as cortinas de 2023, uma trama de mudanças e descobertas se desenrolou diante dos meus olhos. Enquanto muitos fazem a retrospectiva anual como quem analisa uma competição, eu prefiro enveredar pela trilha da reflexão, guiado pela certeza de que a vida é muito mais do que uma simples disputa.


Como pedagogo por formação, entendo a subjetividade que permeia qualquer avaliação. Mas, ah, que ano peculiar foi este de 2023! Consegui ultrapassar as expectativas que havia traçado para mim mesmo. E se você, caro leitor, permanece por aqui neste cantinho virtual, já sabe que vou falar sobre a arte que me faz vibrar: a fotografia.


Depois de anos capturando a efervescência de eventos sociais e formaturas em terras catarinenses, decidi dar um salto geográfico para Goiás. Lá, iniciei uma nova etapa na minha jornada fotográfica, deixando as festas para trás e mergulhando de cabeça nos retratos e eventos corporativos. O resultado não tardou a chegar, com registros que eternizaram profissionais e encontros.


Mas como a vida adora uma reviravolta, a mudança de endereço me forçou a abrir mão de alguns clientes queridos na antiga cidade, lançando-me em uma busca incansável por novas conexões na terra do pequi. No segundo semestre, a roda da mudança girou mais uma vez, desta vez me levando até a acolhedora Paraíba. A proposta persiste, mas agora com a promessa de explorar novos horizontes e temas, como quem abre as páginas de um livro ansioso para descobrir o que vem a seguir.


Nessa síntese de um ano repleto de escolhas e desafios, vislumbro o próximo capítulo com entusiasmo. Meu intento para o ano vindouro é fincar raízes na Paraíba, transformando-a não apenas em um lugar de trabalho, mas em lar. Desejo, então, consolidar meu espaço no mercado local, cativando aqueles que compartilham o mesmo apreço pela arte que exerço.


Ah, e como toda história que se preze, o enredo reserva surpresas. Já adianto a primeira reviravolta: uma mudança nas redes sociais. Desbravando o território digital, farei morada exclusiva no Instagram, onde conduzirei os curiosos até este blog, meu santuário de palavras e imagens. De tempos em tempos, impulsionarei publicações, almejando romper fronteiras e tornar meu trabalho conhecido.


Ao longo dos anos, acumulei conhecimento fotográfico como quem coleciona preciosidades. A faculdade foi minha bússola, e cada segmento explorado se tornou um capítulo singular. A vida, como bem sabemos, é um constante exercício de tentativas. Assim, continuarei a experimentar novos estilos dentro desta arte que tanto amo, flertando com o desconhecido e desafiando os limites da criatividade.


Que venha o ano de 2024, batendo à porta com promessas e mistérios. Que cada clique seja uma página em branco a ser preenchida com novas histórias, novos rostos, e quem sabe, novas paixões fotográficas. Que seja um ano em que cada imagem capturada seja um reflexo do meu constante e encantador exercício de tentar.

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Quem viu também curtiu

O dia que perdi a CAPA - Carro pegando fogo - Muitos Sentimentos (ANO2007)

Foto sem edição, Será?

Entrevista, pouco da história, trajetória e sonhos

Olá, sou André Arcênio! Quer saber mas sobre meu trabalho ou pedir um orçamento? Me chame no WhatsApp, será um prazer em atendo(a)!
Logo do Whatsapp